domingo, 17 de janeiro de 2010

domingo, 20 de dezembro de 2009

GINCANA 2009

PREMIAÇÃO PARA OS JOVENS
VENCEDORES DA GINCANA

AS LÍDERES WILLIANY, SELMA, SANDRA E ALINE
PARABÉNS PELO TRABALHO!

SELMA RECEBENDO O MERECIDO TROFÉU

CULTO DE MISSÕES 13/12/2009

Mulheres em Ação!Apresentação dos Jovens,
Um fantástico trabalho sobre a necessidade de se fazer Missões!
Oferta Especial da Classe Soldadinhos de Cristo
Os pequenos dando o exemplo!!!

sábado, 12 de dezembro de 2009

O ESPÍRITO DE NATAL

Todos os anos, nos meses de novembro e dezembro, surgem nos meios de comunicação o chamado “espírito de natal”. No fim de cada ano só se ouve falar desse tal espírito que segundo as pessoas é o espírito de natal.

Será que este entendimento é correto? Será que o que vemos todos os anos é verdadeiramente o espírito de natal? Basta observar o que acontece nestes dias, tendo um pouco de conhecimento de Deus, para saber que o espírito que opera não é o verdadeiro espírito de natal. O que podemos ver na verdade é a atuação de vários espíritos, menos o verdadeiro espírito de natal. Vejamos alguns:

A) Espírito de mentira – A Bíblia não nos informa a data do nascimento de Jesus, mas uma coisa é certa, Ele não nasceu em dezembro, muito menos no dia 25. O mês de dezembro na Palestina é inverno e a temperatura pode cair abaixo de zero, contudo a Bíblia nos informa que ao advento do nascimento do Messias, os pastores pastoreavam seus rebanhos no campo e isto durante a noite, o que seria impossível no inverno, porém nos dias quentes de verão, eles mantinham suas ovelhas no aprisco durante o dia devido ao calor extremo e a noite as levava para comer no pasto, quando a temperatura era mais amena.

B) O que Papai Noel tem a ver com o natal? – Nada! Nos países cristãos, esse velho, gordo, de barba branca é símbolo natalino. Outra mentira.

C) Árvore de Natal – Em nenhum lugar na história do nascimento de Jesus, encontramos uma “árvore de natal”, mas na maioria das casas hoje em dia, vemos a árvore dita de natal.

D) Espírito de idolatria – No mês de dezembro se adora a “árvore de natal”, o “Papai Noel”, os presentes, as roupas, os calçados, e tudo mais, menos o dono da festa que é o Senhor Jesus, e na maioria dos casos, pode se ter de tudo um pouco, menos a presença do Salvado da humanidade. Se é que se lembram dEle, nem seu nome é mencionado.

E) Espírito de glutonaria – Graças a Deus que vivemos em um país que não é tão difícil adquirir o sustento e nas festas natalinas, o comércio duplica suas vendas por conta do consumo exagerado. Nesses dias de festas, muitas pessoas vão parar nos hospitais por excesso de comida e bebida. Elas comem e bebem até passar mal. Isto é glutonaria, uma prática condenada por Deus.

O verdadeiro espírito de natal é o Espírito de Jesus Cristo, um Espírito de paz, solidariedade, justiça, gratidão, união e amor. Quem desfruta desse Espírito, ama e adora a Jesus todos os dias do ano, e desfruta todos os dias do ano do que Jesus lhes proporciona vindo do seu Espírito, o verdadeiro Espírito do natal.

Penso que o cristão pode comemorar o natal, observando essas coisas, evitando a mentira, a idolatria e todo tipo de excesso. Comemore o natal com o coração cheio de gratidão a Deus pelo envio do seu único filho para nos salvar, louve o seu nome, diga que o ama e convide-o para estar sempre com você.

O meu desejo é que Deus, o Senhor, te proporcione um final de ano de alegria e paz no coração e acima de tudo, a certeza de que Jesus nasceu, morreu e ressuscitou para perdoar os seus pecados e te dar a vida eterna. Lembre-se: Deus é bom!

Desejo a todos vocês, um ano repleto de graça, paz, saúde e realizações!

Pr. Evanildo

terça-feira, 1 de dezembro de 2009